sexta-feira, 29 de agosto de 2014

RESENHA: Maybe Someday-Collen Hoover

Postado por Érica M.Oliveira às 12:00 3 comentários
Título: Maybe Someday
Autor(a): Colleen Hoover
Páginas: 385
Editora: Ainda não publicado no Brasil.

Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas asn oites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.

Olá tudo bem com vocês?
Por motivo de saúde estive distante do blog mais voltei e lhes trouxe uma historia muito linda e fofa :D
Mais uma daquelas historias "água com açúcar" mais que vale muito a pena ler!

Fazia algum tempo que todas as meninas em um certo grupo que participo no facebook estavam falando que essa era a melhor historia de amor "água com açúcar" que elas já tinham lido é que Ridge era todo perfeito e tal...como uma curiosa que sou fui ver a sinopse do livro e ache interessante é como não há publicação dele ainda no brasil baixei o pdf dele e comecei a ler.
Collen Hoover pra quem não conhece é a autora de Métrica (apesar de nunca ter lido esse livro já imaginava que seria bom) é ela foi muito bem avaliada em todos os lugares onde procurei resenhas do livro Métrica.
Ela mistura romance,lagrimas e suspiros em um só livro!:)

Sydney é uma estudante de musica e trabalhava na biblioteca da faculdade,dividia um apartamento com Tori sua amiga e namorava Hunter...até descobrir que eles estavam juntos.
Perdida e sem ter onde ficar Sydney se ve debaixo de uma torrente chuva que a faz se sentir pior ainda.

''Ótimo. Estou chorando  agora.  Eu sou uma sem bolsa,  chorona, violenta, garota sem-teto. E por mais que eu não queira admitir,  eu acho que poderia ser também uma  garota de coração partido. Isso aí.  Soluçando agora.  Certeza que isso  deve ser o que se sente ao ter seu coração partido.''
-Sydney

Ridge é o vizinho do apartamento em frente ao de Sydney...todas as noites ele fica em sua varanda é toca seu violão com uma habilidade e graciosidade sem tamanho.
Ao vela sentada em sua varanda e escutando as notas ele toca, resolve pergunta-la como ela conseguia criar as musicas só com a melodia que ele estava produzindo, nisso nasce a amizade entre Ridge e Sydney.

Após o desastre do descobrimento da traição de seu namorado é sua amiga de quarto Sydney vai parar no sofá de Ridge até conseguir um lugar pra ficar, com isso eles fazem uma parceria com as musicas que ela compõe ao ouvir as melodias que ele toca no violão...é com isso começa a nascer um algo mais, até ela descobrir Maggie a namorada de Ridge.

''Eu acho que nunca vi olhos que pudessem realmente falar. Eu não tenho certeza do que quero dizer com isso.  Só  parece que ele poderia atirar em mim o olhar mais ínfimo com aqueles olhos escuros dele, e eu sei exatamente o que eles precisam que eu faça. Eles estão penetrantes e intenso e oh, meu Deus, eu estou encarando. O canto de sua boca se inclina em um sorriso quando ele passa por mim e vai direto para o sofá.''

"Ei, coração. Você está ouvindo? Você e eu somos oficialmente em guerra. "- Sidney

"Às vezes na vida, precisamos de alguns dias ruins, a fim de manter os bons em perspectiva."
- Colleen Hoover,Maybe Someday

"Não é tão fácil quando você está tentando vencer uma guerra contra o coração." 
- Sydney Blake ("Maybe Someday" - Colleen Hoover)

Como não quero colocar spoiler aqui não vou contar um grande segredo de Ridge vocês terão que ler para poder descobrir e quando descobrirem vão me agradecer por não ter contado. rs
A historia é narrada de um modo tão fascinante que te faz se sentir dentro da historia e sentindo os sentimentos que os afligem.
Super recomendo este livro!!!!

Musica do livro: https://www.youtube.com/watch?v=dSKvTlks148
(chorei uma semana inteira com essa musica e com o livro)

Playlist:

 
 


Espero que gostem!Até a proxima:*
Livros atuais: Irmandade da Adaga Negra, Amante Vingado (J.R.Ward)
Música do post: OneRepublic - What You Wanted.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

RESENHA : Paixão sem limites-Abbi Glines

Postado por Érica M.Oliveira às 07:29 0 comentários

Paixão sem limites-Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Nº:192

Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara.Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça.Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa.Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.Paixão sem limites – primeiro volume da trilogia Sem Limites, que vendeu mais de 500 mil exemplares como publicação independente – é um livro romântico, sexy e intenso, que vai conquistar os leitores e deixá-los ávidos pela sequência.


Este livro é aquele tipo que você simplesmente ama sem fim rs é uma leitura super empolgante é super viciante,você não consegue parar até que acabe.

Blaire é uma menina de 19 anos que perdeu a irma(gemea) é a mãe muito cedo é sozinha,porque após o acidente em que fatalmente morre Valeri o seu pai simplesmente abandona ela é a mãe,ou seja, ela perde toda a infância e adolescência para poder ajudar e depois cuidar da mãe dela quando esta fica doente e morre. 
Rush Finlay é filho de um astro do rock que esbanja dinheiro,sensualidade e é um gato!rs
Mais até aquele momento nada havia abalado seu mundinho perfeito com festas,mulheres e pegação...até Blaire chegar e virar a vida dele de ponta cabeça.
Mais como sempre tem alguém mau amado e que não consegue conviver com a felicidade alheia como Nannete(ou Nan) irmã de Rush é a personagem mais nojenta que eu já li em todos meus anos de leitura...ela é mal amada,recalcada,invejosa,bocuda e etc...mais no final vemos que ela é mesmo negligenciada pela mãe desde que ela nasce então entendemos porque ela é um pé no saco rs.
Mais também tem o Grant Carter que e o meio irmão do Rush do terceiro casamento de sua mãe...Grant é uma gracinha de menino, sempre disposto a ajudar, a dar conselhos e apaziguar a situação.
Blaire fica hospedada na casa de Rush para poder trabalhar e conseguir dinheiro para que possa viver sozinha em um outro lugar,assim conseguindo um emprego no campo de golf do pai de Woods ela começa a juntar dinheiro pra ir embora fazendo com que Rush fique desesperado com o fato dela estar indo embora de sua casa.Até quando ele não se detém mais é acaba se declarando a Blaire todo o seu amor mesmo detendo um grande segredo que acabaria com toda a felicidade do casal

“O amor agora não bastava. O amor não basta quando a nossa alma está em pedaços.”
Paixão sem limites.

“Eu não queria reconhecer, mas sabia que ele sentia muito. Eu também sentia muito. Mas, não, eu nunca iria superar isso. Perdoar era uma coisa. Esquecer, outra.”

















"Ele podia ter tudo que quisesse. Menos ela."

São três livros que contam a historia de Rush e Blaire(Paixão sem limites,Tentação sem limites e Amor sem limites)
Depois vem Estranha Perfeição que conta a historia do Woods e da Della.
O próximo é sobre o Grant Carter é a Harlow(irma da Nan) (Take a chance é One more chance...ainda não publicados no brasil mais o take a chance tem em pdf e é muito bom também).
Espero que gostei e aproveitem!até a próxima :*


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

RESENHA: O Pacto-Joe Hill

Postado por Érica M.Oliveira às 10:16 5 comentários
O Pacto (Horns), Joe Hill 
Editora: Sextante 
N°:319 páginas 

Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Descobre também algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora. Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. 



Imagine o quão terrível seria se pudéssemos ver os pecados e desejos mais obscuros de todas as pessoas, inclusive das que amamos, como nossos pais, irmãos e amigos. Pavoroso, não? Ignatius Perrish (Ig), o protagonista de “O Pacto”, de Joe Hill, vive este pesadelo após nascerem chifres na sua cabeça.
Ig vem de uma tragédia terrível: sua namorada Merrin foi estuprada e assassinada enquanto ele estava apagado dentro do carro, devido a uma bebedeira. E o pior: Ig foi injustamente acusado pelo crime, mesmo sendo absolvido por falta de provas, todos na sua cidade apontam para ele e o odeiam.
Diante dessa dor e de perder tudo que ele mais amava, Ig, depois de acordar de um porre, nota que chifres nasceram na sua cabeça. Mas as pessoas que o veem não gritam e saem correndo apavoradas, como seria o normal. Elas, ao contrário disso, falam para Ig todos os pecados mais cabeludos que já cometeram, tudo de ruim que pensam e todos os pecados que querem cometer, pedindo permissão para Ig para cometê-los. Mas não para por ai! Quando Ig toca as pessoas, ele fica sabendo de tudo sobre ela,.
E Ig descobre muita coisa que o magoa mais (juro, eu fiquei com pena dele): familiares que o odeiam e o culpam pelo assassinato, amigos que, na verdade, sempre outros interesses em cima dele ou que adoram vê-lo derrotado. Mas o pior é quando Ig encontra seu irmão mais velho, Terry, e descobre que este está diretamente ligado ao assassinato de Merry e sabe quem é o assassino.
Esse foi uns dos melhores livros que eu já li nessa linha de suspense e terror...
Se você não gosta de livros que colocam a fé em prova não leia este livro, se é fanático religioso também não índico que leia porque ele se transforma no capiroto e um determinado momento do livro...apesar de achar que na verdade ele vira um anjo do que "o próprio" mais algumas pessoas podem se assustar.Espero que não fiquem com medo HAHAHAHA no final viram que ele é o maior prejudicado de tudo!

O filme já esta com trailer rodando o mundo é já estou loucaaaaa para ver *-*
Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=yg9GW3Krsi8
(sem legenda)





Quando amamos uma pessoa colocamos as nescessidades dela acima das nossas. Por mais inconcebíveis que fossem tais necessidades, por mais loucas, por mais que nos despedaçassem.

— O Pacto
Você acha que conhece uma pessoa. Mas na maioria das vezes só conhece o que quer conhecer.
  — O Pacto

Acho que as pessoas não sentem metade das coisas que fingem sentir.
—  O Pacto

… a vida era igual a uma bala em direção ao alvo, impossível de desviar ou desacelerar, e você, assim como a bala, não sabia o que iria encontrar, nunca saberia de nada além da velocidade do impacto."

—  O Pacto


- É uma questão de fé que a alma deva ser guardada, para que não seja arruinada e consumida.


—  O Pacto

"Ignatius Matin Perrish passou a noite bêbado, fazendo coisas horríveis. Acordou na manhã seguinte com dor de cabeça, levou as mãos às têmporas e sentiu algo estranho, um par de protuberâncias pontiagudas. Estava tão enjoado - sentia-se fraco e seus olhos lacrimejavam por causa da luz - que, a princípio, não deu atenção a isso. A ressaca não lhe permitia pensar nem se preocupar.Porém, enquanto cambaleava diante da privada, olhou de relance para seu reflexo no espelho acima da pia e viu que tinha criado chifres durante a noite. O susto foi tão grande que o fez recuar e, pela segunda vez em 12 horas, mijou nos próprios pés”.

(Joe Hill sendo Joe Hill HAHAHAHA)
Espero que gostem...até próxima ;*



quinta-feira, 7 de agosto de 2014

RESENHA: Como eu era antes de você.

Postado por Érica M.Oliveira às 11:06 3 comentários
Autora: Jojo Moyes
Editora:Intrínseca
Nº de paginas: 320

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

 Olá gente,tudo bem com vocês?
Sou a nova colaboradora do blog sendo assim já peço desculpas se minha resenha não for das melhores...ainda estou um pouco eufórica por poder ajudar com o blog ;)....então vamos para a resenha?

RESENHA:

Estava meio deprimida e sem nada para ler e comecei a procurar na internet livros tipo "água com açúcar", ou seja, que te façam chorar muito.
Quando li a sinopse achei que seria igual aos outros com o famoso "felizes para sempre e fim" mais me surpreendi demais com este livro não só pelo tão real os personagens pareceram como os sentimentos que foram proporcionado durante a leitura.Nós faz repensar em varias atitudes que temos como nós colocar no lugar do outro é nunca pensar que os nossos problemas são maiores que os dos outros.
É simplesmente APAIXONANTE e viciante li em menos de 12 horas até altas madrugadas é também chorei horrores!

Louisa Clark é uma garçonete em um café localizado em uma pequena cidade da Inglaterra, mora com os pais, a irma e o sobrinho, tem um relacionamento com Patrick mais ou menos por sete anos ele que é um atleta obstinado.Nem um pouco ambiciosa Louise quer continuar a trabalhar no café pela vida toda, até que o café fechado é ela se desempregada e tendo que sustentar a casa já que o salario de seu pai não é lá aquelas coisas.Como a unica coisa que Lou sabia era trabalhar no café ela tem uma dificuldade para encontrar um novo emprego já que não era tão estudiosa...restou-lhe aceitar o emprego de cuidadora de um cadeirante muito ranzinza.Will Traynor e um homem de 35 anos que foi atropelado por uma moto e viu sua vida totalmente de cabeça para baixo lhe tornando  um tetraplégico. 

"E sabe o quê? Ninguém quer ouvir esse tipo de coisa. Ninguém quer ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado coma possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. Ninguém quer ouvir sobre como é saber que você nunca mais fará sexo, nunca mais comerá algo que você mesmo preparou, nunca vai segurar seu próprio filho nos braços. Ninguém quer saber que às vezes me sinto claustrofóbico estando nesta cadeira que tenho vontade de gritar feito louco só de pensar em passar mais um dia assim. – Will"

Alguns erros… apenas têm consequências maiores que outros.
Eu não sabia que a música era capaz de fazer com que coisas novas surgissem dentro da gente e de nos levar a lugares que nem o compositor imaginou.

Com apenas 6 meses de contrato Lou se pergunta porque tão pouco tempo de contrato até descobrir que ao terminar doa 6 meses Will iria a uma clinica na suíça chama Dignitas  para se morrer.Ela tenta mostrar a Will que cadeirantes também podem dar a volta por cima e tentar encontrar motivação para continuarem vivendo mesmo em condições limitadas.
Com o dia dia eles vão construindo uma amizade muito forte é com o tempo esse sentimento se torna em amor.
Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas.
Sem amor, eu já teria afundado várias vezes.
É como se eu estivesse vendo o mundo através de um funil. O mundo ficou reduzido apenas a mim e a ele.

A autora é muito romântica sem se esquecer de enfocar os problemas que os cadeirantes tem ao longo da vida.Uma narrativa em primeira pessoa ao ponto de vista de Louisa, só o prólogo que mostra como foi o acidente de Will ,um livro viciante que te faz querer mais mesmo após ter acabado,sem falar nós soluços que nos causa.

Umas das melhores historias que eu já li e sempre que posso indico para as pessoas...espero que tenham gostado!Até a próxima!;)



Livros atuais: Irmandade da Adaga Negra, Amante Revelado (J.R.Ward)
Música do post: Fancy-Iggy Azalea.
 

Closett Garden Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos