quinta-feira, 7 de agosto de 2014

RESENHA: Como eu era antes de você.

Postado por Érica M.Oliveira às 11:06
Autora: Jojo Moyes
Editora:Intrínseca
Nº de paginas: 320

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

 Olá gente,tudo bem com vocês?
Sou a nova colaboradora do blog sendo assim já peço desculpas se minha resenha não for das melhores...ainda estou um pouco eufórica por poder ajudar com o blog ;)....então vamos para a resenha?

RESENHA:

Estava meio deprimida e sem nada para ler e comecei a procurar na internet livros tipo "água com açúcar", ou seja, que te façam chorar muito.
Quando li a sinopse achei que seria igual aos outros com o famoso "felizes para sempre e fim" mais me surpreendi demais com este livro não só pelo tão real os personagens pareceram como os sentimentos que foram proporcionado durante a leitura.Nós faz repensar em varias atitudes que temos como nós colocar no lugar do outro é nunca pensar que os nossos problemas são maiores que os dos outros.
É simplesmente APAIXONANTE e viciante li em menos de 12 horas até altas madrugadas é também chorei horrores!

Louisa Clark é uma garçonete em um café localizado em uma pequena cidade da Inglaterra, mora com os pais, a irma e o sobrinho, tem um relacionamento com Patrick mais ou menos por sete anos ele que é um atleta obstinado.Nem um pouco ambiciosa Louise quer continuar a trabalhar no café pela vida toda, até que o café fechado é ela se desempregada e tendo que sustentar a casa já que o salario de seu pai não é lá aquelas coisas.Como a unica coisa que Lou sabia era trabalhar no café ela tem uma dificuldade para encontrar um novo emprego já que não era tão estudiosa...restou-lhe aceitar o emprego de cuidadora de um cadeirante muito ranzinza.Will Traynor e um homem de 35 anos que foi atropelado por uma moto e viu sua vida totalmente de cabeça para baixo lhe tornando  um tetraplégico. 

"E sabe o quê? Ninguém quer ouvir esse tipo de coisa. Ninguém quer ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado coma possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. Ninguém quer ouvir sobre como é saber que você nunca mais fará sexo, nunca mais comerá algo que você mesmo preparou, nunca vai segurar seu próprio filho nos braços. Ninguém quer saber que às vezes me sinto claustrofóbico estando nesta cadeira que tenho vontade de gritar feito louco só de pensar em passar mais um dia assim. – Will"

Alguns erros… apenas têm consequências maiores que outros.
Eu não sabia que a música era capaz de fazer com que coisas novas surgissem dentro da gente e de nos levar a lugares que nem o compositor imaginou.

Com apenas 6 meses de contrato Lou se pergunta porque tão pouco tempo de contrato até descobrir que ao terminar doa 6 meses Will iria a uma clinica na suíça chama Dignitas  para se morrer.Ela tenta mostrar a Will que cadeirantes também podem dar a volta por cima e tentar encontrar motivação para continuarem vivendo mesmo em condições limitadas.
Com o dia dia eles vão construindo uma amizade muito forte é com o tempo esse sentimento se torna em amor.
Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas.
Sem amor, eu já teria afundado várias vezes.
É como se eu estivesse vendo o mundo através de um funil. O mundo ficou reduzido apenas a mim e a ele.

A autora é muito romântica sem se esquecer de enfocar os problemas que os cadeirantes tem ao longo da vida.Uma narrativa em primeira pessoa ao ponto de vista de Louisa, só o prólogo que mostra como foi o acidente de Will ,um livro viciante que te faz querer mais mesmo após ter acabado,sem falar nós soluços que nos causa.

Umas das melhores historias que eu já li e sempre que posso indico para as pessoas...espero que tenham gostado!Até a próxima!;)



Livros atuais: Irmandade da Adaga Negra, Amante Revelado (J.R.Ward)
Música do post: Fancy-Iggy Azalea.

3 comentários:

Kamila Villarreal disse...

Olá!

Gosto de histórias água com açúcar, acho que esse livro é ótimo!

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Amanda T. disse...

Hey!

Nossa, eu também chorei horrores nesse livro. O final me deixou revoltada, xinguei Deus e o mundo e fiquei de ressaca literária por umas duas semanas pensando nele, até que me conformei e passei a ver com outros olhos, entendi o que queriam mostrar e fiquei mais fã ainda.

Beijos
http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

Érica M.Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

 

Closett Garden Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos